Muitos gestores e líderes se queixam da dificuldade de encontrar pessoal qualificado no mercado de trabalho para ocupar cargos importantes,  sobretudo com profissionalismo e alta performance. Ter alguém com essas características parece ser artigo de luxo.

No curso do Guillermo Echegaray, mestre em constelações organizacionais e profundo conhecedor do pensamento sistêmico, um dos assuntos discutidos por ele foram as competências, as tão sonhadas competências. O curso trouxe para os empresários os conceitos da visão sistêmica dentro das organizações.

Em primeiro lugar, vou falar de uma situação típica em nossa cultura empresarial: Muitas vezes o próprio líder tem uma forte tendência a falar sobre o problema, ou seja, o que não funciona. Se você fizer um teste e conversar com algum colega nesta situação, observe sua fala e muitas vezes você perceberá o quanto ele explana em detalhes todas as falhas e incompetências da sua equipe.

Reflita sobre como seria se invertêssemos esta lógica. Se os líderes soubessem nos mínimos detalhes exatamente do que precisam, ou seja, que atividades em detalhes devem ser feitas, quais os critérios de sucesso destas atividades e, por fim, que competências são necessárias para que estes processos fluam como eles desejam. E se eles invertessem a fala? E se o tempo todo, nessas conversas, falassem do que eles querem? Essa postura e atitude já seriam o primeiro passo para que algo diferente acontecesse.

Voltando agora aos conceitos sistêmicos: saber o que se quer em detalhes é ótimo, já ajuda muito, e ainda não é suficiente. É muito importante que os líderes criem condições para que essas sonhadas competências possam ser exercidas e praticadas pelos seus colaboradores dentro do contexto escolhido.

Criar condições significa preparar o palco para que o seu time brilhe. Quer transformar Elza Soares em um fracasso? É muito fácil: Contrate ela para um show e não afine os instrumentos, não contrate uma boa empresa de som e, por fim, não se preocupe com os detalhes, não dê nenhuma assistência. Ela é incrível, e ainda assim precisa de boas condições para brilhar.

“É muito importante que os líderes criem condições para que essas sonhadas competências possam ser exercidas e praticadas pelos seus colaboradores dentro do contexto escolhido”

É simples. Você deseja uma prospecção mais ativa? Aumento do número de clientes, além de saber
exatamente o que está travando os processos? Neste caso, além de bons profissionais de vendas, com perfil
proativo, detalhista, direcionados a resultados e comunicativos, é necessário que você tenha um bom software de gestão e acompanhamento de vendas, que seja implementado da maneira correta na sua empresa, que eles saibam usar com maestria, que eles se sintam acompanhados e apoiados.

Em outras palavras, não tente delegar o que é de responsabilidade da empresa. Para uma orquestra funcionar bem, o time de excelentes músicos precisa de bons instrumentos, bons treinadores, alimentação apropriada, e, sobretudo, de um bom maestro. Seja este maestro!